Facebook
Nosso
Atendimento
Fone
44 3023-2958

Informativos

A POLÊMICA DO “FAIR PLAY TRABALHISTA” PROPOSTO PELA CBF

Publicado em: 14/07/2015 11:08
            No mês de março do ano corrente, o denominado “fair play” financeiro proposto pela Confederação Brasileira de Futebol gerou mais repercussão na mídia do que a própria tabela do Campeonato Brasileiro de futebol de 2015.

Entre as normas em questão, a mais discutida é aquela que prevê a punição, com perda de pontos, do clube que atrasar o pagamento do salário de jogadores.

Neste caso, o atleta deverá comunicar o atraso perante a Justiça Desportiva, que julgará o caso, sob o enfoque desportivo.

Ainda não foram definidos os detalhes com relação à aplicação da regra que foi aprovada, por unanimidade, pelos 20 clubes participantes da série A do torneio.

Na prática, verifica-se que poucos jogadores prejudicarão seu time com a perda de pontos.

Já no que diz respeito à rescisão do contrato de trabalho, o atleta terá de se valer de reclamação trabalhista perante a Justiça do Trabalho, como já é feito há tempos, pleiteando a rescisão indireta do contrato de trabalho.

Assim, após o desfecho de tudo o que está sendo discutido, o que se espera é um avanço nas questões desportivas, e que os clubes tenham condições de se organizar financeiramente, por se tratar de medida de autopreservação, pois a sobrevivência do clube visa à satisfação de seu torcedor.

Compartilhar